Dicas para uma Viagem na Selva de Modo Seguro

Dicas para uma Viagem na Selva de Modo Seguro

13 Setembro, 2018 0 Por segurodviagem
Spread the love

Primeiramente, não queira fazer tudo o que você vê na TV. Entrar numa região de floresta já é desgastante o suficiente para amadores. Leve, sim, recursos, utensílios, ferramentas, alimentos e não ande pelado por lá, por favor!

Toda vez que você se aventurar em viagens para áreas de selva, sem acesso ao apoio policial ou à infraestrutura de emergência, socorrismo ou comunicação, é bastante sábio que você informe antecipadamente a alguém sobre sua localização e por quanto tempo você planeja estar por lá. Isso inclui avisar familiares, amigos e até mesmo autoridades locais, como os treinados guardas florestais. Também informe a cada um deles quando, enfim, retornar em segurança.

Sempre pronto! 

Preparação e prudência são adjetivos testados e aprovados por muitos viajantes e para qualquer categoria de viagem. Lembre-se de que a preparação inclui não apenas o que você carrega, mas o que você sabe sobre onde estará. Seja prudente, não enfie a cara em trilhas, selvas e matas sem saber quais riscos existem lá. Realize algumas pesquisas, tenha um bom mapa em mãos se possível, descubra as condições do tempo da região, se puder leve um GPS e telefone via satélite, aliste os tipos de perigos que poderá enfrentar. Se for acampar e virar a noite, não faça pouco caso dos perigos noturnos como predadores selvagens e leve óculos de visão noturna, caso possa adquiri-los. Atualmente existem bons óculos com esta função por preços acessíveis.

Contrate um guia local 

Nunca despreze o conhecimento da área por aqueles que habitam na região e se dispõem a ganhar alguns trocados fazendo o serviço de guia. Além disso, existem empresas de pequeno, médio e grande porte que se especializam neste tipo de serviço. Se você não tem conhecimento da área ou apenas quer saber mais sobre onde você está indo, então utilizar um guia é uma sábia opção. Eles conhecem atalhos, animais, plantas, lendas, histórias e fatos são fontes ​​de muita informação e experiências.

Bagagem adequada

Alimentos, equipamentos, roupas e acessórios são itens indispensáveis em sua bagagem. Não aconselhamos que leve grandes mochilas, pois não poderá carrega-las em meio à mata e topografia que muitas vezes é íngreme, fechada e espinhosa. Concentrem-se naquilo que é vital para uma boa experiencia e necessário para sobreviver. Dependendo da duração da sua viagem e do que você quer fazer, existem coisas básicas que devem ser carregadas.

Escolha as roupas apropriadas

A maioria das regiões de mata é quente, pantanosas e úmida. Invariavelmente, estas zonas selvagens também estão cheias de insetos e animais que mordem, picam e arranham. Estes contatos podem gerar alergias ou simplesmente deixar você desconfortável. Não abuse. Use roupas adequadas para se proteger.

Uma camisa leve e de manga comprida, calças compridas igualmente leves e resistentes, chapéu de abas largas, meias grossas e longas (meião tipo futebol) e sapatos, botas ou coturnos à prova d?água são ótimas pedidas. As calças de trekking estilo zip-off são uma excelente opção caso você queira se refrescar em um rio ou em mesmo em uma área sem sofrer com ataque de sanguessugas ou outros perigos e incômodos.

A respeito das sanguessugas, use meias de algodão bem tecido e nylon que cheguem próximas do joelho. 

Lembre-se de que tecidos sintéticos secam mais rápido e serão eficientes, pois você vai se molhar. Sim, de suor, chuva, orvalho, neblina e nas pedras ou solo quando se sentar para descansar.  Leve também trocas de meias e camisetas extras, pois é bom andar com peças secas.

Outro item importante é a roupa íntima. Um tecido sintético é sempre uma boa escolha para que você não pegue micoses, assaduras ou simplesmente fique desconfortável e irritado.

Troque as meias e roupas intimas com frequência para assim reduzir a chance de desenvolver um “pé de trincheira” ou “fungos na virilha”.

Alimentação

Não como alimentos crus. Não beba água se não for filtrada ou fervida. Não tente parecer o Tarzan ou um dos participantes do reality show comendo animais, larvas e bichos caçados na mata como se fossem queijo provolone e fatias de presunto. O ideal é que você tenha levado seu próprio alimento. Se estiver perdido e necessitar comer algo, prefira frutas conhecidas e tubérculos, pois são eficientes para encher o estomago, além de nutritivos. Na mata tudo pode estar contaminado e infectado. Não abuse da sorte.

Dimensionar o peso

Carregue o peso necessário e nada mais. Uma bagagem dimensionada exatamente para a duração da viagem é uma boa maneira de carregar o que você realmente precisa. Mas não se esqueça que as coisas podem fugir da programação e é bom ter backup ou reservas. Itens como binóculos, bussola e capa de chuva são boas escolhas. Não abra mão de levar algum tipo de acendedor de fogo, lanterna, fio de nylon, mosqueteiro, repelente de insetos, alimentos de alta caloria e de pequeno volume (como bacon e chocolate). Escolha bem o material de sua mochila. Mesmo que o material seja descrito como ?à prova d?água?, saiba que a selva tem uma maneira meticulosa de vencer a maioria dos tecidos à prova d?água, de modo que uma cobertura extra de proteção é bem-vinda.

Retorno

Ao retornar de uma viagem de exploração à selva, não deixe de fazer exames caso sinta algum tipo de alteração, alergia ou mal-estar. Você pode ter sido infectado por alguma bactéria ou inseto nocivo e provavelmente precisará de medicamentos específicos para estabilização ou eliminação da virose ou bactéria.

Seguro Viagem

Nunca esqueça de contratar um bom plano de Seguro Viagem! Mesmo em viagens pouco usuais, estas empresas poderão prestar suporte médico e até mesmo resgate em situações extremas, durante a viagem. Indicamos fortemente o pessoal da NEXT, que possuem um ótimo produto, excelente preço e incrível atendimento. O Site deles é www.nextseguroviagem.com.br